terça-feira, abril 26, 2005

Abril

De um passado distante erguem-se os progenitores em reclamado reconhecimento. Apenas pedem o olhar atento de quem lhes deve a vida para uma liberdade em tempos perdida agora presente. Embevecidos humildes pedidos de apreciação de atmosfera purificada de imposta restrição passada onde esvoaçante andorinha errante saboreou seu mergulho marinho em refrescado suado cansaço da luta pelo abraço a cada pedaço de momento vivido. Na memória da prole dos guerreiros sonhadores desvanecem-se agora os princípios construtores pelos quais os jovens ancestrais deram fogo em brasa de si queimando as opressões esfumaçadas em canções de fraterna união num festim de liberdade. Em ambos quaisquer os casos toleram-se quaisquer atrasos pois quem chegou em bonança nunca perdeu a esperança por algo nunca sentido. Mudam-se os tempos mudam-se as cidades e as verdades proferidas por minúsculos habitantes que caminham ofegantes em direcção ao destino que quando for atingido após pausa prolongada uma nova decisão gerará uma outra acção delinear outro caminho.

9 Comments:

Blogger Patrícia Carreiros said...

"esvoaçante andorinha errante saboreia seu mergulho marinho que refresca o suado cansaço da luta pelo abraço a cada pedaço de momento vivido"
esta ideia poderá fazer de nós apenas fragmentos de memoria,
também é preciso agarrar o que se está a viver e o que se vai viver...

26/4/05 5:58 da tarde  
Blogger serpa said...

para juliet:
relembrar o passado para melhor construir o futuro, evitar perder-nos por lá para saborear o momento presente.

26/4/05 9:23 da tarde  
Blogger musalia said...

Olá, Sande:) obrigada pela tuas palavras no meu espaço. acho que me vou sentir muito bem no teu, apenas tenha descanso suficiente para o espreitar todo. gosto da tua escrita. e, afinal, somos do mesmo signo :)

(desculpa a breve visita, preparo-me para defender tese dentro de dias)

voltarei, de certeza:)
beijo

28/4/05 12:05 da manhã  
Blogger Mitsou said...

Gostei da tua homenagem. E vivam as novas gerações de guerreiros sonhadores :) Beijo grande.

28/4/05 9:40 da manhã  
Blogger gato_escaldado said...

... "uma nova decisão gerará outra acção". é bom saber. gostei mto. beijos

28/4/05 2:55 da tarde  
Blogger Raquel V. said...

"também me sinto só mas enfim, que podes fazer senão escrever, expressar para renovar, e de novo voltar a amar."

Bem visto...

28/4/05 5:22 da tarde  
Blogger lique said...

O passado não é assim tão distante mas gosto de saber que a prole dos guerreiros sonhadores consegue produzir uma reflexão tão bem construida. Porque é bem necessário delinear um caminho, talvez outro. Bjs

28/4/05 10:48 da tarde  
Blogger agua_quente said...

Que bela reflexão sobre o papel da nova geração, na continuação/regeneração dos ideais de Abril! beijos

1/5/05 11:39 da manhã  
Anonymous Menina_marota said...

Gostei deste teu testo e, acredito vivamente, que as novas gerações, saberão interpretar e continuar a valorizar um passado, que é a nossa verdadeira História.

Abraço ;-)

1/5/05 11:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home