terça-feira, maio 17, 2005

leveza

Soltam-se as palavras
Livres esvoaçam pelo espaço
Aberto incerto
Da mente sorridente
.
.
Vidente de boas épocas
Vindouras sonhadas
Intercaladas por premonições
De esoterismo mistificado
.
.
Canções espalham-se entornadas
Por viola atestada de sentimento
Puro cristalino de violento afecto
Projecto partilhado à volta da fogueira
Vontade de beijo dança na clareira
.
.
Queima a madeira do isolado caso bicudo
Crónico afastamento da particular qualidade
Do momento que contudo nunca se repete
.
.
Não faz frete quem ama
Enrola no corpo do outro
Sua a cola que pega na pele
Cega a beleza inverte a tristeza
Não há certeza do amanhã
Não é vã a vida trincada
Saboreado momento indecente
O presente é tudo o que importa?
.
.
Ao fundo uma porta
Aberta incerta da mente
Sorridente esbatida ferida
.
.
Encosta ao toque de leve
A mão feminina requintada
Enche preenche e pinta de côr garrida
A dureza empedernida
De séculos solitários
Mói a rocha dorida
O tocar suave
Não sugere entrave
Erode em areia fina
A má sorte triste sina
De olhar baço sustentado
Peso metálico de ferrugenta solidão
Em vão
.
.
Chegada a água benta
Tudo o que arde cura
E cada segundo perdura
.
.
Furada a casca do calo
Levado na cara o estalo
A vida é fácil o corpo é leve
O ar é fresco e os pássaros da frente
Chilream entre si que tudo passa tudo muda
E nada dura para sempre

4 Comments:

Blogger gato_escaldado said...

gostei. senti uma brisa leve de ironia. (se é que soube ler...) abraço

25/5/05 12:47 da tarde  
Blogger amita said...

Gostei mesmo. Vagueando em extrapolações difusas... que nem tanto.... Bjo

29/5/05 9:50 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Descobri agora que tens um blog!
nunca me disseste da existência deste espaço...
Está muito fixe!
Estou a gostar de ler textos teus!

beijinhos
marta

16/7/05 5:12 da tarde  
Blogger serpa said...

"Breve tão breve o dia
Omitido...Não o esquece
A poesia lendo o poeta
Num luar de paz
Eterna"

Que bonita a forma como transformas o poeta em entidade passiva lida pelo próprio mecanismo criativo que dele flui!

Bjs :))

28/9/05 1:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home